SINDSEP - SP

Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias no Minicípio de São Paulo

SINDICALIZE-SE

Educação

10/08/2017 - 13:15

Sindsep participa da Mesa Setorial da Educação para entre um dos pontos de pauta, debater a portaria de organização 2018

A dirigente do Sindsep, Marizette Duca e Maciel Nascimento do Coletivo da Educação, participaram da Mesa Setorial da Educação, juntamente com a chefe de gabinete Fátima Thimoteo, Marcel Felices e assessores da Secretaria de Educação, na tarde desta quarta-feira, 9 de agosto. 

Como pauta da mesa a portaria de organização 2018, quando a partir da qual foram apresentados os dados relativos ao balanço da demanda escolar, no que se refere ao atendimento da educação infantil, em 2017.

Dentre os principais compromissos, a Secretaria apresenta como diretriz, a partir da confirmação da universalização do atendimento das crianças de 4 a 5 anos (EMEI), a redução do número de crianças por agrupamento, possível em algumas regiões da cidade.

Outra questão debatida é a interrupção imediata da utilização de espaços pedagógicos (brinquedotecas, salas de leitura, laboratórios de informática) para atendimento à demanda.

A Secretaria informou a finalização das obras de mais 24 equipamentos entre CEIs, EMEIs e EMEFs, o que o Sindsep enfatizou que defende não só a incorporação destes próprios municipais pela Rede Direta, como também a retomada dos equipamentos indiretos para a gestão de servidores públicos.

No que se refere a nomeação dos concursados, a Secretaria se comprometeu a nomear 700 professores de Educação Infantil e 2078 professores de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, tão logo seja publicada a autorização para tais nomeações. Já a nomeação dos 157 gestores deverá ocorrer em breve, e o concurso de coordenador pedagógico continua em estudo.

Também está sendo prevista uma normatização para os concursos públicos visando a integração entre as cotas raciais, deficientes e listas gerais, o que solicitamos a necessidade de debates sobre a proposta.

Apresentamos nossas preocupações quanto a propagada parceria entre as Secretarias Estadual e Municipal de Educação. Na oportunidade foi informado que o resultado dos trabalhos da Comissão criada para este fim, ateve-se unicamente na tentativa de iniciar e finalizar o ano letivo nas mesmas datas e a data de corte para a formação dos agrupamentos em 31 de março. Há também um estudo sobre a possibilidade de criação de um sistema de transporte escolar único (município/ estado). 

Ainda foi pautada a necessidade de flexibilizar a peça orçamentária e dar autonomia para as diretorias regionais de Educação repassar o adiantamento bancário, para que assim, as unidades possam se organizar na utilização desta verba, o que, devido aos cortes neste repasse, vem prejudicando as manutenções e necessidades das escolas.

Por fim, reiteramos a necessidade de não publicar a Portaria de Organização Escolar 2018, sem a anuência do Sindsep, pois tal debate deverá sanar muitos problemas no atendimento local.

Entendemos que este momento é importante para elucidar algumas questões que vinham angustiando os profissionais da Educação e marcarmos nossas posições em defesa destes trabalhadores."

 

[voltar]