SINDSEP - SP

Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias no Minicípio de São Paulo

SINDICALIZE-SE

Outras Secretarias

27/07/2017 - 16:32

Secretário André Sturm é vaiado por mais de 15 min. em festival de cinema

O secretário municipal de cultura André Sturm foi largamente vaiado na noite desta quarta (26), na aberturado 12º Festival de Cinema Latino Americano de São Paulo, que ocorreu na área externa do Memorial da América Latina.

Presente para a exibição do filme “corpo elétrico”, Sturm foi recepcionado com vaias e gritos de “golpista” e “respeita a cultura”. O secretário ficou por 15 min no palco, em frente ao microfone, aguardando o fim da manifestação.

A plateia, no entanto, ficou ainda mais inflamada e puxou o coro de “não vai falar” e “ei, estrume, quebra minha cara”, em referência ao áudio vazado em maio que mostra o secretário ameaçando “quebrar a cara” de um agente cultural.

Os organizadores do festival tentaram interceder e Sturm chegou a dizer algumas palavras, mas foram abafados pelo protesto. Após 20 minutos de manifestações, a plateia só arrefeceu quando o diretor Marcelo Caetano e o elenco do filme subiram ao palco.

“Eu acho bizarro gritarem ‘fascista’ e não me deixarem falar. Isso mostra a intolerância das pessoas e a incapacidade de conviver com opinião diferente”, disse Sturm ao UOL, por telefone, logo depois de deixar a cerimônia.

“Eu me recusei a descer. Falei o que tinha que falar. Acho que as pessoas não toleram mais a diferença. Se eu fosse ao microfone e me vaiassem só por 30 segundos, ok, mas ninguém me deixava falar, nem as outras autoridades. Vivemos tempos muitos estranhos, sombrios. ”

Relação conturbada

O relacionamento entre André Sturm e agentes culturais tem se dado de forma tensa desde que ele assumiu o cargo, em janeiro. Em maio, o secretário discutiu de forma ríspida com integrantes do Movimento Cultural Ermelino Matarazzo, que fazia ocupação da Casa de Cultura do bairro.

Durante uma reunião, o auxiliar do prefeito, João Doria (PSDB) ameaçou “quebrar a cara” de um dos ativistas presentes, que o havia chamado de “totalmente desequilibrado”. Sturm admitiu o erro e pediu desculpas posteriormente.

Fonte: https://cinema.uol.com.br/noticias/redacao/2017/07/26/andre-sturm-e-vaiado-na-abertura-de-festival-de-cinema-latino-americano.htm

[voltar]