Saúde

15 de Dezembro de 2016 - 18:12

Em audiência pública, promotor fala das dificuldades que os servidores encontrarão pela frente, com aprovação da PEC 55

O dirigente do Sindsep, Leandro Oliveira, juntamente com membros do Coren, Anaten, assessoria do vereador Toninho Vespoli e da comissão dos trabalhadores contratados de emergência, se reuniram em audiência pública, com o promotor público da Saúde Pública, Artur Alves Pinto. A audiência aconteceu na tarde desta quinta-feira, 15 de dezembro.

No encontro o promotor realizou uma avaliação da situação da saúde num geral e das dificuldades que iremos enfrentar pela frente, agora que a PEC 55, que limita os gastos públicos com saúde, educação, entre outras. Além de ressaltar que precisaremos nos organizar para encarar essa situação difícil que poderá resultar no desmonte do SUS (Sistema Único de Saúde) e outras políticas públicas. Em que o foco não está somente na cidade de São Paulo, mas no âmbito federal.

Artur se colocou à disposição, juntamente com outros representantes do Ministério Público do Patrimônio e do Trabalho, há realizar uma reunião no mês de janeiro com um representante do futuro governo.

O Sindsep falou em nome dos trabalhadores contratados e apresentou para o Ministério Público um abaixo assinado que está passando nas unidades reivindicando, além do pagamento dos direitos destes trabalhadores,13º salário, férias, entre outros, que não são respeitados há 10 anos.

O Sindsep apoia e reitera a importância do abaixo assinado que está sendo coletado em apoio a causa dos contratados de emergência.  O mesmo será entregue na audiência que se realizará em janeiro.