Funcionalismo

22 de Novembro de 2019 - 16:11

Ação judicial atrasa privatização do Serviço Funerário do município de São Paulo

A Prefeitura publicou nesta sexta-feira, 22 de novembro, a reabertura de consulta pública para a concessão dos serviços de gestão, operação, manutenção, exploração, revitalização e expansão dos 22 cemitérios e do crematório do município de São Paulo.

 

A reabertura acontece após a Acembra – Associação Cemitérios e Crematórios do Brasil, entrar na justiça, pois o projeto de concessão apresentado pela Prefeitura não é claro como irá se dar esse processo e por definir que apenas quatro empresas poderão administrar os cemitérios da cidade.

 

Um alento para os servidores que serão os mais prejudicados com a concessão e para a população. A luta não está ganha, o processo foi apenas adiado.

 

O Sindsep continuará na luta contra a privatização/concessão do Serviço Funerário da cidade de São Paulo. Inclusive contra o PL 749/19 que pretende extinguir a autarquia.

 

Serviço Funerário deve ser 100% público!