Funcionalismo

11 de Fevereiro de 2020 - 14:02

Sindsep exige que prefeitura não desconte dia de servidor impedido pela inundação em São Paulo

Documento foi encaminhado nesta terça (11) ao gabinete do prefeito Covas e considera orientação de Defesa Civil e secretário estadual de Meio Ambiente
 
 
O Sindsep - Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias do Município de São Paulo encaminhou, nesta terça-feira (11), solicitação ao gabinete do prefeito Bruno Covas, para que nenhum servidor tenha descontado em seu holerite o dia 10 de fevereiro, quando uma forte chuva deixou a cidade de São Paulo e outras da Região Metropolitana inundadas.
 
No ofício, assinado pelo presidente do Sindsep, Sérgio Antiqueira, o sindicato pede que atrasos ou faltas dos servidores públicos não sejam penalizados, uma vez que seguiram orientação dada na última segunda-feira (10), pela Defesa Civil e Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, para que as pessoas permanecem em suas casas.
 
 
 
 
Facsímile do ofício encaminhado pelo Sindsep e  protocolado na PMSP 
 
 
Caixões embaixo d´água no Serviço Funerário, localizado na Vila Guilherme.| Foto: enviado por servidor
 
“Pedimos para as pessoas fiquem em casa, não é o momento para deslocamentos", afirmou Marcos Penido, secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente de São Paulo, em entrevista ao telejornal da Globo, Bom Dia São Paulo.
 
 

Furnas próximo ao bairro do Jaçanã/Tremembé, zona Norte.| Foto: enviada por servidor
 
Entrada da EMEF Coronel Ary Gomes, no Jardim Andaraí, zona Norte de São Paulo. | Foto: Enviada por servidor
 
 
Região da Barra Funda, na zona Oeste, às 8h do dia 10/02.| Foto enviada por moradora