Funcionalismo

02 de Agosto de 2022 - 18:08

Sindsep realiza dia de mobilização com participação em audiência pública do PL 428 e reunião com Secretaria Municipal de Saúde

Sindsep e entidades que compõem o Fórum das Entidades, estiveram na Câmara Municipal na manhã desta terça-feira (02), para exigir melhorias na audiência pública do PL 428/22.

 

Dirigentes, servidores e servidoras, se posicionaram fortemente e aproveitaram em suas falas para deixar claro que o Projeto de Lei não traz real valorização para as categorias, como o Piso Nacional de Endemias e da Enfermagem, além de extinguir vários cargos que são de suma importância para a cidade de São Paulo.

 

O PL passaria, por 1ª votação nesta mesma tarde, mas com o falecimento do ex-vereador Toninho Paiva, foi adiada para a quarta-feira (03).

 

Após a audiência servidores e servidoras seguiram em caminhada para a Secretaria Municipal de Saúde para exigir o protocolo que ontem, em ato unificado dos/as trabalhadores/as da saúde, se comprometeram verbalmente, em que tirariam a saúde do PL 428/22, para continuar negociação com real valorização, mas que não querem assumir por escrito.

 

Servidores e servidoras passaram a tarde em frente a Secretaria até que uma comissão fosse recebida. No fim do dia, desceram, mas sem o comprometimento do governo por escrito.

 

O presidente do Sindsep, João Gabriel Buonavita, falou que exigiram do governo uma garantia de valorização, o pagamento do piso nacional dos agentes de endemias e a revalorização das tabelas para todo o quadro da saúde.

 

“Queremos garantia por escrito e no projeto. Não apresentaram nada por escrito. Diante desse cenário temos uma decisão aqui: amanhã paralisar todas as atividades e convocar as categorias que não tem a compreensão de que se não formos para a luta, não vamos construir alterações neste projeto”, apontou João Gabriel.

 

A paralisação continua em busca de nossos direitos. Nesta quarta-feira (03), às 14 horas, todos e todas na Câmara Municipal para pressionar os vereadores e vereadoras a votarem pelas mudanças no PL 428/22, que realmente valorizem os servidores.