Funcionalismo

08 de Julho de 2021 - 20:07

Sindsep realiza Sarau na sacada para comemorar seus 34 anos e reforçar a importância da luta contra a PEC 32 e por Fora Bolsonaro

Sindsep realizou um Sarau na sacada, na antiga sede da entidade na Praça do Patriarca, na região Central de São Paulo, na noite desta quinta-feira (8), para comemorar o seu aniversário de 34 anos de luta e em defesa da vida e dos direitos.
 
 
Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias no Município de São Paulo – Sindsep, nasceu da necessidade de organização e defesa dos trabalhadores do serviço público da cidade de São Paulo. Sua história está ligada a construção da unidade de todas as categorias do funcionalismo em uma mesma entidade sindical. 
 
 
O Sindsep foi fundado no 1º Congresso dos Funcionários da Prefeitura do Município de São Paulo ainda em 1987, no dia 4 de julho, mesmo antes da Constituição Federal de 1988, que garantiu o direito à sindicalização dos servidores públicos. Desde a fundação, está ligado à Central Única dos Trabalhadores - CUT.
 
 
O Sarau foi aberto com uma fala do presidente Sérgio Antiqueira, que falou sobre a importância da entidade estar completando 34 anos e falou sobre as lutas travadas ao longo dos anos em defesa dos serviços e servidores públicos. Além, de lembrar da luta atual que é contra a PEC 32, conhecida como Reforma Administrativa que é caso aprovada acabara com os serviços públicos. 
 
 
“Esse sindicato defende políticas no serviço público, estamos sempre na cola nos governadores. Estamos na cola dos que esvaziam os cofres públicos. Não poderíamos deixar de falar sobre a PEC 32 que não é uma reforma é um desmonte das políticas públicas”.
 
 
Lira Alli, professora da rede municipal de educação, foi a apresentadora do Sarau, além de cantar e declamar uma poesia feira especialmente para a Sarau. 
 
 
Nice Lopes, presidenta da Fetam, compareceu presencialmente para parabenizar o Sindsep. “Parabéns ao Sindsep por todas as atividades que têm feito, na resistência para que a gente não perca os direitos constitucionais. Vamos valorizar saúde e educação. Muito orgulho de ter Sindsep na Fetam”. 
 
 
Entre uma fala política e outra, o Sarau teve muita música com a apresentação de Tainan Porcel, Fernanda Ouro e Gael Saturno. Poesia não poderia faltar e para declamar belos textos os artistas foram Mauro Schames, professor do grupo de teatro do Sindsep e Sergio Santos, integrante do grupo. 
 
 
Douglas Izzo, presidente da CUT São Paulo, também esteve presente na atividade e fez uma fala parabenizando o Sindsep pelos seus 34 anos e falando sobre a importância da entidade na cidade de São Paulo, das grandes lutas travadas por um serviço público melhor, por condições de trabalho e de carreira. Além de lembrar o momento terrível que o país vem enfrentando com a pandemia. “Temos aqui dois vírus, o que matou meio milhão de pessoas e o Bolsonaro. Enquanto nos outros países só tem um vírus”. 
 
 
O encerramento do Sarau ficou por conta dos funcionários do Sindsep Lia Raquel e João Santana, conhecido artisticamente como João Torquato, que representaram os colegas que ajudam diariamente na luta e fazem parte da história e dos 34 anos da entidade, realizaram uma bela apresentação musical.