Jurídico

19 de Fevereiro de 2018 - 10:02

Comunicado sobre a Paralisação do Serviço Funerário

Tendo em vista a resposta de lavra do Ilmo Sr. Paulo César Nannini, que faz menção expressa ao ofício SG n 0116/2018, de lavra do Sindsep, com referência ao ESTADO DE GREVE COM INDICATIVO DE PARALISAÇÃO DO FUNCIONALISMO MUNICIPAL, informamos e orientamos aos servidores do Serviço Funerário Municipal de São Paulo, como segue:

1 - O Sindsep aderiu a paralisação que ocorrerá em todo o país, por deliberação dos servidores/as em assembleia;

2 - Conforme a própria portaria confirma o respectivo Serviço Funerário, a exemplo do Sr. Prefeito João Dória foram tempestivamente comunicados da paralisação com indicativo de greve, portanto, seguindo o rito legal em situação de tal natureza;

3 - A adesão dos servidores ao dia de paralisação em comento se justifica pela onda de ataques aos direitos fundamentais dos servidores e em razão da não resposta objetiva a pauta da campanha salarial que impõe vergonhosa e vertiginosa queda do poder aquisitivo dos servidores/as municipais de São Paulo, todos os anos;

4 - O mais recente ataque aos direitos dos servidores é o PL do Extermínio que altera brutalmente o sistema de previdência do município para impor o aumento de alíquota em patamares absurdos aos servidores, além de comprometer o futuro de suas aposentadorias; e

5 - Os servidores no geral e em especial do serviço funerário estão trabalhando em seu limites, em condições de trabalho precária e no dia a dia o governo não se preocupa em resolver esse problema, seja nomeando os servidores do concurso de AGPPs, seja pela realização de novos concursos para sepultadores.

Assim, reiteramos que a paralisação irá ocorrer no dia 19/02/2018 e devemos nos manter unidos e atentos ao que deliberou os servidores em assembleia, além de informar a nossa direção acerca de eventuais desmandos e pressões políticas de desmobilização da paralisação, para que o Departamento Jurídico do Sindsep adote as providências cabíveis nas esferas devidas.