Notícias

03 de Julho de 2018 - 16:07

Agentes de endemias da Vila Maria e sua veia artística

Servidores há três anos criaram um grupo de teatro e uma banda que realizam apresentações na região

Os agentes de endemias da Vila Maria sempre se reuniam para jogar futebol e o hábito de tocarem violão todos os dias dentro do vestiário da Suvis, aproximou os trabalhadores. Da aproximação surgiu um grupo de teatro e uma banda.

 

Dessa união, nasceu o Grêmio Sefodengue, que no mês de julho, mais precisamente no dia 7, completará 3 anos.

 

O grupo de teatro composto por 12 agentes de endemias, realiza a apresentação de uma peça voltada para a orientação quanto aos cuidados com a dengue e roedores.

 

As apresentações acontecem, principalmente nas escolas da região, especialmente para as de educação infantil, a ideia do grupo é passar informações para as crianças que serão os grandes agentes de transformação da sociedade, pois é uma mudança de hábito a médio prazo e o resultado será colhido no futuro.

A banda que tem 7 integrantes, toca MPB e samba, porém MPB é o mais recorrente. As apresentações também acontecem nas escolas e já realizaram algumas apresentações em casas de repousos, eventos da Prefeitura, na faculdade Santana, Parque do Trote, entre outros locais, juntamente com o grupo de teatro.

 

Todo o equipamento usado pelos agentes, tanto da banda como da peça de teatro são custeados pelos sevidores. A chefia da unidade apoia a iniciativa dos agentes, não colocando obstáculos quando são convidados a se apresentarem no horário de expediente.

 

O projeto é considerado pelo grupo como algo gratificante, pois fortalece a união dos agentes de endemias, na realização do seu trabalho no dia a dia.