Notícias

03 de Julho de 2018 - 16:07

Argentina aprova lei de despenalização do aborto

Uma conquista histórica, que abre caminho para que outros países da América Latina façam o mesmo

Uma importante vitória da luta das mulheres argentinas ocorreu na quinta-feira (14/06/18). Por 129 votos favoráveis e 125 contrários foi aprovado, na Câmara dos Deputados, o projeto de lei que despenaliza o aborto até a 14ª semana de gestação. O texto segue para o senado e posteriormente para sanção do presidente Maurício Macri, que já anunciou que não vetará o projeto.

 

O tema aborto legal passa então a ser tratado como um tema de saúde da mulher e não mais como um tabu regulamentado por ideais religiosos. Agora, de forma voluntária a mulher pode interromper a gravidez. As reações calorosas contrárias e favoráveis mostraram o poder de mobilização das mulheres que já discutem o tema há décadas.

 

Os abortos clandestinos são causas de morte e/ou sequelas nas mulheres em todo o mundo. A lei garante que elas tenham o direito de optar por interromper a gravidez e não sofrer qualquer sanção penal.