Notícias

04 de Outubro de 2019 - 21:10

Assembleia dos trabalhadores do Nível Básico e Médio decide exigir proposta que respeite a categoria

 
O Sindsep e demais entidades sindicais que estão na mesa de negociação da reestruturação dos trabalhadores do nível básico e médio, realizaram uma assembleia na tarde desta sexta-feira, 4 de outubro, na Quadra dos Bancários
 
A atividade foi decidida pela Assembleia do dia 2 de outubro com o objetivo de definir o posicionamento as ser apresentado ao governo no dia 7.10. A assembleia iniciou pela apresentação feita pelo Sindsep explicando o que é a carreira em subsídio, o que é compatível ou absorvido pelo subsídio, o que é o subsídio complementar. Também foi apresentada a proposta do governo e o impacto sobre a minoria do Nível Básico e Nível Médio. Depois foram apresentadas as tabelas do governo  que levariam ao enquadramento por título apresentado a qualquer tempo, uma segunda tabela com o aumento de no mínimo R$ 200,00 e R$ 300,00 equivalentes ao Abono apresentado pelo governo em março, além de mais uma terceira tabela que levaria a aumentos de 17 a 24% sentidos no bolso sobre os valores apresentados pelo governo. Todas essas tabelas respeitando a decisão do dia 2.10. A Amaasp também apresentou proposta nessa linha assim como alguns servidores. Outras propostas trouxeram a necessidade de que a negociação leve a uma negociação que respeite os servidores. 
 
? Debate aberto entre os trabalhadores/as
 
Apresentadas as propostas, foi aberto o debate, onde trabalhadores demostraram preocupação com a continuidade do processo de negociação neste formato em que o "governo coloca uma faca em nossos pescoços", se posicionaram alguns servidores que alegam que o Prefeito impõe uma proposta que não dialoga com a realidade dos servidores.
 
? Votação decidiu
 
Foi colocado então em votação e aprovado que as entidades apresentem nesse momento ao governo somente a exigência da solução imediata para a garantia de pagamento imediato de R$ 300,00 a mais no salário de todos a partir de maio, seja nível básico, médio, admitidos, efetivos, ativos ou aposentados
 
A partir disso prosseguimos o processo de negociação, pois a proposta atual em subsídio, nos termos atuais exclui a maioria.
 
Também foi decidido por cobrar a extensão do pagamento da gratificação de atendimento ao público para os servidores das Autarquias (HSPM, AHM, SFMSP e Iprem) e para todos os agentes de apoio que realizam atendimento ao público. Outro ponto aprovado foi a ampliação para dez salários mínimos o limite para os servidores receberem o vale refeição que hoje são de cinco. 
 
? Dia 15.10, vamos exigir a resposta da prefeitura juntos!
 
Na segunda-feira, 7 de outubro, as entidades sindicais irão assinarão conjuntamente o posicionamento da assembleia dos trabalhadores e enviarão para o governo, para que no dia 15 de outubro na mesa de negociação ele apresente sua resposta aos trabalhadores em Assembleia na frente da prefeitura as 11 horas.
 
SINDSEP || Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias no Município de São Paulo