Notícias

27 de Julho de 2022 - 09:07

Cidade de São Paulo em luto

 

No dia 26 de julho de 2022 deveria ter sido declarado luto oficial na cidade de São Paulo. A prefeitura realizou a entrega do Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP) para a iniciativa privada.

 

O Sindsep, trabalhadores do SFMSP, jardineiros e construtores, estiveram na porta da Prefeitura para protestar contra essa entrega. No dia anterior (25), uma liminar chegou ser concedida para suspender o certame, mas a prefeitura conseguiu “derrubar” a liminar e a licitação ocorreu. Apenas cinco empresas participaram do pregão e, destas, quatro ficarão com um bloco de cemitérios cada, veja abaixo o resultado.

 

Para o Sindsep, é um crime o que foi feito, pois batalhamos cada dia antes, durante e depois da pandemia e isso só foi possível pela dedicação dos trabalhadores do SFMSP, mas a ganância do Prefeito e seus secretários fala mais alto. A entrega para a iniciativa privada por 25 anos, com certeza vai aumentar os custos na hora do enterro. Por exemplo, uma das empresas ganhadora, a Cortel, teve suas ações na bolsa de valores subindo cerca de 15% logo que saiu o resultado, ou seja, eles não querem prestar bons serviços, querem obter lucro. A iniciativa privada só existe para dar lucro.

 

No próprio site da prefeitura foi publicado um incidente: “Durante a sessão, a Comissão de Licitação foi informada sobre um incidente envolvendo um participante, que teria oferecido uma quantia em dinheiro para que a recepcionista lhe informasse antecipadamente quantos eram os concorrentes. Os fatos foram registrados pelas câmeras de segurança da Prefeitura e o indivíduo foi conduzido para o Distrito Policial para averiguação dos fatos”.

 

Dentro do gabinete do Prefeito um participante se sentiu à vontade para oferecer dinheiro para saber o resultado do certame, imaginem o que podem fazer ao tomarem conta dos serviços funerários na cidade de São Paulo.

O Sindsep vai continuar na luta para cancelar esse certame, seja no Tribunal de Contas do Município, na justiça e na luta nas ruas. Não aceitamos essa entrega de serviços essenciais à iniciativa privada.

Os trabalhadores do SFMSP devem ficar atentos, vamos convocar uma assembleia para discutir as consequências dessa entrega a iniciativa privada na vida funcional de cada trabalhador, ninguém pode ser demitido e ainda haverá um processo de transição que durará, no mínimo, um ano, tempo em que as empresas devem assumir os serviços para a entrega total. Enquanto isso, os trabalhadores continuarão em seus postos de trabalho.

Abaixo na tabela, os consórcios que “ganharam” a licitação, no entanto o Consórcio Cortel não poderá assumir 2 blocos, terá que escolher 1 deles, enquanto outra empresa deverá assumir o outro.

 

 

Bloco 1 (Consolação, Quarta Parada, Santana, Tremembé, Vila Formosa I e II e Vila Mariana)

 

Outorga fixa oferecida

Outorga fixa mínima

Consórcio Atena

R$155.525.000,33

R$116.195.000,00

Consórcio Monte Santo

R$145.243.750,00

R$116.195.000,00

Consórcios Cemitérios e Crematórios SP

R$131.300.350,00

R$116.195.000,00

Consórcio Cortel São Paulo

R$121.195.999,99

R$116.195.000,00

 

Bloco 2 (Araçá, Dom Bosco, Santo Amaro, São Paulo e Vila Nova Cachoeirinha)

 

Outorga fixa oferecida

Outorga fixa mínima

Consórcio Cortel São Paulo

R$200.240.999,99

R$ 170.239.000,00

Consórcios Cemitérios e Crematórios SP

R$190.327.202,00

R$ 170.239.000,00

Consórcio Atena

R$181.539.000,33

R$ 170.239.000,00

 

Bloco 3 (Campo Grande, Lageado, Lapa, Parelheiros e Saudade)

 

Outorga fixa oferecida

Outorga fixa mínima

Consórcios Cemitérios e Crematórios SP

R$153.378.000,00

R$144.697.000,00

Consórcio Atena

R$152.397.000,33

R$144.697.000,00

Consórcio Cortel São Paulo

R$144.700.999,99

R$144.697.000,00

 

Bloco 4 (Freguesia do Ó, Itaquera, Penha, São Luiz, São Pedro e Vila Alpina (crematório)

 

Outorga fixa oferecida

Outorga fixa mínima

Consórcio Cortel São Paulo

R$137.281.999,99

R$108.281.000,00

Consórcio Atena

R$132.081.000,33

R$108.281.000,00

Consórcios Cemitérios e Crematórios SP

R$125.605.000,00

R$108.281.000,00

Consórcio Monte Santo

R$110.446.620,00

R$108.281.000,00