Notícias

08 de Maio de 2020 - 16:05

Sindsep reforça a luta para que nenhuma vida mais seja perdida em visita ao polo da Vila Guilherme do Serviço Funerário

Os dirigentes do Sindsep, Manoel Noberto e João Batista Gomes, estiveram na manhã desta sexta-feira no polo da Vila Guilherme do Serviço Funerário, para dialogar com os trabalhadores após o falecimento do colega de trabalho, Marco Henrique Brás, esta semana com suspeita de Covid-19.
 

O Sindsep reforçou a necessidade de se usar máscara e verificar os equipamentos de proteção individual oferecido aos servidores. Além de reforçar que não podemos perder mais ninguém.

 

A luta é para que as pessoas façam o isolamento social, respeitando os trabalhadores que são das áreas de urgência e emergência, como é o caso do serviço funerário. Luta para proteger a vida dos munícipes e a vida dos trabalhadores.


O sindicato confeccionou algumas máscaras que serão disponibilizadas a trabalhadores que não possuem nenhum recurso para conseguir se proteger.
 

Os dirigentes continuam exigindo o Serviço Funerário para que os aprovados em concurso de AGPP sejam convocados; que mantenha a compra dos EPIs não só para os trabalhadores do estoque, mas para os dos cemitérios, crematório e velórios, ou seja para todos.
 

Sindsep também entrou em contato nesta quinta-feira, 8 de maio, com o Serviço Funerário para exigir que todos os trabalhadores possam realizar o teste para Covid-19, devido ao falecimento do companheiro Marco Henrique, da Vila Guilherme.
 

No entanto, não conseguimos falar diretamente com o superintendente, recebendo um retorno da chefe de gabinete Damares, que informou a decisão tomada pelo Serviço Funerário, que solicitou junto a Secretaria Municipal de Saúde, a realização de teste para todos os trabalhadores.
 

O Sindsep reforça que irá continuar cobrando que os testes sejam realizados, pois é uma necessidade, os trabalhadores encontram-se extremamente preocupados com a situação.