Notícias

04 de Outubro de 2019 - 10:10

Sindsep registra Boletim de Ocorrência contra a gestão de Covas

Na manhã desta quinta-feira, 3 de outubro, o Sindsep registrou um Boletim de Ocorrência no 1º DP da capital, contra a atual gestão por práticas anti-sindicais. Estiveram presentes Luciane Tahan, diretora responsável pela região Noroeste, João Gabriel Buonavita, vice-presidente do Sindsep, e Aldo Moreira, advogado do Sindsep.

Entenda o caso:
No último mês de agosto, o Sindsep, juntamente com o Sindsaúde, participou de mobilizações contra a terceirização de Unidades Básicas de Saúde na região de Pirituba. Uma dessas unidades foi a UBS Vila Zatt. Após conversar com os funcionários e usuários e de realizar uma reunião com o conselho gestor da unidade, foi decidida a realização de um ato contra as terceirizações. E produzimos material informativo à população e convidando os trabalhadores para este ato.

A supervisão de saúde local foi até a unidade e intimidou os trabalhadores a não participarem do ato, além de divulgarem em suas redes sociais nosso material com uma faixa escrita FAKE NEWS (notícia falsa, em tradução livre). O subprefeito de Pirituba, por sua vez, compartilhou em sua página a mesma postagem.



Mesmo com a ingerência da gestão, o ato ocorreu normalmente no dia marcado.

Com isso, fomos até o 1º DP para registrar Boletim de Ocorrência, denunciando prática anti-sindical e, portanto, que fere a Constituição Federal. O Sindsep, enquanto entidade representativa dos trabalhadores municipais de São Paulo, não irá aceitar nenhum tipo de intimidação, ainda mais para direitos garantidos pela Constituição Federal, muito menos que nossas comunicações com a população e com os trabalhadores sejam tratados como mentiras, visto o trabalho sério realizado por nosso sindicato.