Notícias

25 de Novembro de 2019 - 19:11

SOS comunidades atingidas pelo óleo no baixo sul da Bahia

 
 
O derramamento de petróleo que vem atingindo vários estados da costa do Brasil há dois meses, é considerado um dos maiores desastres ambientais, econômicos e sociais da história do país. Os efeitos são imensuráveis:
 
• Contaminação química com potencial para danificar gravemente, em alguns casos, de forma permanente, ecossistemas marinhos e costeiros - incluindo santuários ecológicos e seus organismos, gerando impactos em toda a cadeia trófica e manutenção da biodiversidade;
 
• Comprometimento dos meios de sustento e a segurança alimentar de milhares de pessoas que vivem da pesca, da coleta de frutos do mar e/ou dependem das atividades turísticas, por tempo indeterminado;
 
• Comprometimento da saúde da população, incluindo as comunidades tradicionais locais, que estão se voluntariando para limpar o óleo tóxico com as próprias mãos, muitas vezes desprovidas de qualquer proteção ou orientação das autoridades;
 
Diante desta tragédia ambiental, social, econômica e de saúde pública, a Associação Brasileira de Combate ao Lixo no Mar - ABLM, a Coalizão pelo Clima SP e o Sindsep solicitam  doações para o Território do Baixo Sul da Bahia, majoritariamente composta por comunidades tradicionais pesqueiras e extrativistas (75%):
 
1. Recursos para a compra dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs);

2. Alimentos, itens de higiene pessoal e recursos para a construção de cisternas nas áreas em que os pescadores e pescadoras já estão em situação de vulnerabilidade e, prioritariamente, aos que não se enquadram para recebimento do Seguro-Defeso; 

3. Recursos para ações de atendimento à fauna marinha oleada;

4. Sementes tradicionais  como alternativa para a autonomia alimentar a médio e longo.
 
 
As contribuições em dinheiro deverão ser destinadas à Conta Corrente ABLM - PagSeguro Internet S.A. / Agência 0001/ N. Conta 09873230-8/ Conta de Pagamento ou através da Vaquinha: http://vaka.me/795449
 
Texto completo e mais informações na página: www.ablm.org.br/vakinha
E-mail: brasil@ablm.org.br
Telefone: 11 94268-6376 (Marco Dalama)