Notícias

10 de Março de 2008 - 00:03

Sindsep pressiona e governo aumenta parcela das gratificações de 12,5% para 20

O Sindsep e as demais entidades do funcionalismo municipal obtiveram um grande avanço neste final de semana. Reunido por três horas e meia, no sábado, dia 8, com os Secretários Alexandre Scheneider (Educação) e Márcia Regina Ungaretti (Gestão), o Sindsep conseguiu fazer com que a Prefeitura elevasse o percentual da primeira parcela do pagamento das gratificações de 12,5% para 20%, que serão incorporadas aos salários do Quadro da Educação.


O percentual total da gratificação de 37,5% será pago em três vezes. A primeira parcela em abril de 2008, a segunda, em maio de 2009 e a terceira, também em maio de 2010. Além do aumento, finalmente, os readaptados, aposentados e pensionistas foram incluídos na proposta. Uma grande vitória desses trabalhadores.


O governo aceitou registrar em Lei a aplicação desse percentual aos padrões de vencimento dos profissionais da Educação. Além disso, fixou também os meses de recebimento das parcelas, o que não havia cogitado em reuniões anteriores.


Vitória


O reajuste linear, com a incorporação das gratificações, atende à nossa reivindicação, porque garante isonomia entre os ativos, os aposentados e os readaptados. Além disso, essa incorporação repercutirá diretamente na valorização do padrão que, conseqüentemente, se reverterá em benefícios para todos os profissionais da Educação, já que incidirá sobre o cálculo de todas as vantagens de carreira como evolução, promoção, qüinqüênio, sexta-parte e aposentadoria.


Além da incorporação das gratificações, o reajuste salarial faz parte das nossas reivindicações. Não abrimos mão desse direito, que está garantido no art. 100, § 1º da lei 14.660/07: “o piso salarial profissional, a que se refere o inciso IV deste artigo será fixado anualmente no mês de maio, em negociação coletiva, que será submetida à aprovação da Câmara Municipal”.



AS NEGOCIAÇÕES PROMETEM SER DURAS


As negociações com o governo sobre nossa campanha salarial prometem ser duras. O Sindsep entregou a pauta de reivindicações da categoria, dia 13 de fevereiro, e, imediatamente, iniciou as negociações sobre a incorporação das gratificações aos salários do QPE. Na semana que passou, as discussões começaram. O Sindsep e as demais entidades reuniram-se por duas vezes na SMG, e, uma terceira vez, no sábado, dia 8.


Depois de pressionados, os secretários pediram uma “parada técnica” para, depois disso, proporem o aumento da primeira parcela.


O governo não abria mão de pagar o índice parcelado em três vezes de 12,5%. Já as entidades sindicais queriam que a primeira parcela fosse de 25% em abril e o restante pago em duas vezes até