Saúde do Trabalhador

29 de Agosto de 2022 - 11:08

Tomam posse os conselheiros gestores dos CRSTs e Sindsep tem seis representantes eleitos

No Conselho Municipal de Saúde na última sexta-feira (26), tomaram posse os conselheiros gestores dos CRSTs – Centro de Referência em Saúde do Trabalhador. O Sindsep tem seis representantes em unidades espalhadas pela cidade entre titulares e suplentes.

 

Ana Rosa, servidora aposentada e Chiara Carolina, agente de endemias, foram eleitas para o CRST Sé.  Fabiano Soares, AGPP e coordenador da região Noroeste pelo Sindsep, no CRST Norte. Natália Martinho, agente de endemias, para o CRST Sul. Lucas, também agente de endemias para o CRST Leste e Sheila Costa, coordenadora da região Norte pelo Sindsep, para o CRST Sudeste.

 

O que faz um conselheiro?

 

A função primaria do conselheiro é garantir a quantidade e a qualidade dos serviços além de planejar, avaliar e controlar a execução das políticas e das ações de saúde conforme Legislação vigente.

 

Nos Centros de Referência de Saúde do Trabalhador, os Conselhos atuarão no planejamento das ações a serem desenvolvidas nas unidades de saúde dos territórios, considerando especialmente a caraterística de cada categoria produtiva atendida pelo equipamento.

 

Com um mandato de dois anos estes conselheiros darão luz as demandas apresentadas pelos trabalhadores públicos do município de São Paulo, especialmente neste período de desmonte e desvalorização, que por vezes levam os servidores ao adoecimento.

 

O que é o CRST?

 

Os Centros Regionais de Referência em Saúde do Trabalhador são serviços de saúde que têm a atribuição de desempenhar as funções de suporte técnico, de educação permanente, de coordenação de projetos, de promoção, vigilância e assistência à saúde dos trabalhadores, no âmbito da sua área de abrangência. Ainda dar apoio matricial para o desenvolvimento das ações de saúde do trabalhador na atenção primária em saúde, nos serviços especializados e de urgência e emergência, bem como na promoção e vigilância nos diversos pontos de atenção da Rede de Atenção à Saúde. Atuar como centro articulador e organizador das ações intra e intersetoriais de saúde do trabalhador, assumindo a retaguarda técnica especializada para o conjunto de ações e serviços da rede SUS e se tornando polo irradiador de ações e experiências de vigilância em saúde, de caráter sanitário e de base epidemiológica.

 

Quando procurar atendimento no CRST?

 

Toda vez que houver a suspeita que seu adoecimento está relacionado ao trabalho, seja ele físico ou mental, o trabalhador e a trabalhadora do serviço público ou de empresas privadas devem buscar atendimento para estabelecer o nexo (ou seja solicitar a CAT) e, portanto, terem seu adoecimento e o trabalho desenvolvido na Prefeitura.

 

Como ser atendido?

 

O CRST não realiza atendimento de “porta aberta”, portanto para ser atendido é preciso o encaminhamento prévio.

 

Você pode solicitar o encaminhamento direto com o médico que está te acompanhado ou entrar em contato com Sindsep, que faremos os encaminhamentos necessários.