Saúde

13 de Janeiro de 2020 - 16:01

Trabalhadores do Hospital do Campo Limpo realizam ato de protesto contra a retirada dos auxílios de transporte e refeição dos plantões extras

Trabalhadores dos Hospitais Municipais pedem socorro!

Trabalhadores do Hospital do Campo Limpo, juntamente com o Sindsep realizaram um ato de protesto contra a retirada do auxílio refeição e auxílio transporte do plantão extra na manhã desta segunda-feira, 13 de janeiro.

 

Os trabalhadores do hospital estão desde quinta-feira passada (9) trabalhando com uma camiseta preta com os dizeres na parte da frente “valorize” e na parte de trás “nós profissionais da saúde pedimos socorro”, uma forma de protesto contra a desvalorização desses plantões.

 

Atualmente o valor do plantão extra é irrisório, um auxiliar e técnico de enfermagem, por exemplo, ganham R$109,00, com a retirada do auxílio refeição e transporte, este valor cai pela metade.

 

Para Lourdes Estevão, diretora do Departamento dos Trabalhadores da Saúde do Sindsep, “com essa medida do governo que diminui o valor das extras, com a retirada do VT e do VR nós não temos outra alternativa a não ser ir à luta. Primeiro porque o valor do plantão extra é muito baixo e segundo que nossa proposta é contrária ao do governo. Ao invés de baixar o valor, nós queremos que ele suba esse valor”, finalizou.

 

No entanto, o número de trabalhadores nos hospitais é insuficiente para dar conta da demanda que aumenta a cada dia e a realização de plantão extra tornou- se uma necessidade dentro das unidades hospitalares.

 

 Por isso, os trabalhadores não vão aceitar a redução de valores, e como forma de protesto estão se organizando para que nenhum plantão extra seja realizado nos hospitais até que o governo resolva está situação.

 

 O Sindsep e os trabalhadores, ao contrário da proposta do governo, têm como proposta um aumento no valor desses plantões, assim como a chamada de concurso público urgente para que possamos oferecer uma assistência de qualidade para a população.